Tudo sobre Lollipopping: aprenda a dominar essa técnica avançada de poda para cannabis

lollipopping

Descubra como o Lollipopping pode aumentar seus rendimentos, melhorar a qualidade das flores e facilitar o cultivo. Este artigo te guia na jornada do conhecimento sobre essa técnica, desde os princípios básicos até dicas avançadas que vão otimizar seus resultados.


Sumário

  1. Os benefícios do Lollipopping
  2. Como aplicar o Lollipopping em suas plantas de Cannabis
  3. As diferenças entre o Lollipopping e a Desfolha 
  4. Lollipopping, Scrog e Mainline
  5. Comece com o Lollipopping

As plantas de Cannabis têm uma quantidade finita de energia e, como jardineiro, um dos seus desafios é ajudá-las a direcionar essa energia para as áreas que produzem os melhores buds. Sim meu chapa, isso é possível. 

Existem algumas técnicas específicas que você pode adicionar ao seu repertório de conhecimento para o cultivo, capazes de te ajudar a enfrentar esse e outros desafios.

E, nessa perspectiva, o Lollipopping é uma das melhores maneiras de se fazer isso. 

De forma geral, o Lollipopping é uma técnica de poda que ajuda suas plantas de Cannabis a concentrarem sua energia em seus maiores botões, geralmente em torno de suas copas.

É uma técnica que visa realçar os botões superiores e que pode ser combinada com outras técnicas de treinamento como o ScrOG e o mainlining. 

É fácil, pouco estressante e pode ajudá-lo a produzir colheitas pesadas e buds resinados. Pode acreditar. Continue lendo para saber mais sobre como aplicar o lollipopping em suas plantas.

Os benefícios do Lollipopping

As plantas de Cannabis, assim como qualquer outra, geram energia a partir da luz, da água e dos nutrientes que absorvem do ambiente. Essa energia, no entanto, tem limite. 

O Lollipopping tem como objetivo ajudar as plantas a concentrar essa energia no desenvolvimento de buds nos lugares certos. Mais especificamente, muda o foco para as partes da planta que recebem mais luz.

Se você não poder ou não treinar suas plantas, elas crescerão de forma apical. Ou, em outras palavras, crescem como árvores de Natal.

Então, quando estiverem prontas para florescer, é provável que tenham uma copa densa que permite a passagem de muito pouca luz às partes inferiores. Isso significa, é claro, que a luz não alcançará os locais dos buds na parte inferior. 

Se não forem trabalhados, esses nós inferiores produzirão “pipocas”,  buds pequenos e arejados, que deixam a desejar em potência, sabor e aroma.

Ao fazer o Lollipopping, você não apenas ajuda a direcionar a luz para os nós certos, mas também otimiza os estoques limitados de energia de suas plantas. 

O resultado final é uma colheita mais pesada, com buds grandes e densos, com potência e sabor máximos.

Como aplicar o Lollipopping em suas plantas de Cannabis

O Lollipopping é uma técnica muito simples de se aplicar. Isso não quer dizer que você não deva ter alguns cuidados básicos. 

O momento ideal para aplicar o Lollipopping em suas plantas é antes de elas começarem a florescer. Neste momento você pode aproveitar para combinar com uma poda, realizando a remoção de galhos desnecessários. 

Estude sua planta, planeje o que pretende fazer, e mãos à obra

Comece com uma tesoura limpa e afiada para aparar suas plantas. 

Tesouras de aparar curvas, por exemplo, são ótimas para fazer cortes precisos próximo aos nós. Para galhos maiores e mais grossos, invista em uma tesoura ou alicate de corte.

Comece removendo a folhagem óbvia

Os primeiros galhos próximos à parte inferior da planta obviamente não recebem luz suficiente para se desenvolverem totalmente. Livre-se deles primeiro.

Depois de cuidar das áreas problemáticas mais óbvias, remova quaisquer galhos que não quebrem pelo menos 50% da altura da planta.

À medida que suas plantas se esticam durante as primeiras semanas de floração, esses galhos ficam sombreados e nunca se desenvolvem adequadamente. 

O Lollipopping em si não envolve a remoção de galhos inteiros, mas a poda costuma ser usada em conjunto, conforme necessário.

Remova os galhos que crescem no meio da planta

Em seguida, comece a remover os galhos que crescem no meio da planta, especificamente aqueles abaixo da copa. 

Eles provavelmente não apenas não receberão luz suficiente, mas essa folhagem interna também cobre muitos locais que podem se transformar em botões consideráveis. 

Também nesta fase, você deve remover quaisquer galhos ou folhas que estejam morrendo ou amarelando. Isso é importante.

Aplique Lollipopping em cada galho individual

Por fim, você vai aplicar o lollipopping em cada galho individual de sua planta. Alguns jardineiros não deixam mais do que três nós na ponta de cada galho.

Isso, entretanto, depende muito da genética, do tamanho e da saúde de cada planta. 

O momento em que você realiza a poda também é importante. 

Se suas plantas são menores e você está aparando tarde, por exemplo, recomendamos aparar abaixo dos 4 ou 5 nós superiores. 

Em qualquer caso, remova todo o crescimento que leva aos nós superiores de cada ramificação.

Depois de fazer o Lollipopping em cada galho, recomendamos dar às suas plantas 2 a 3 dias para se recuperarem antes de acender as luzes.

Além disso, lembre-se de não podar demais, pois isso pode prejudicar seu crescimento. 

Se você nunca experimentou o Lollipopping antes, comece devagar e vá exercitando até alcançar uma estratégia de poda ideal.

As diferenças entre o Lollipopping e a Desfolha 

A desfolha e o lollipopping não são a mesma coisa, mas mesmo assim muitas pessoas confundem estas duas técnicas. 

Embora ambos envolvam a remoção de folhas, o lollipopping concentra-se na parte inferior da planta. De forma direta, trata-se de remover o crescimento que não recebe luz suficiente. 

Este processo permite que as plantas concentrem energia no desenvolvimento de buds no topo da copa, onde a luz é abundante.

Visualmente, as plantas com lollipopping têm caules nus, sem folhagem na parte inferior, semelhante a um palito de pirulito.

Por outro lado, a desfolha visa melhorar a exposição à luz e o fluxo de ar para todas as partes da planta. Em vez de dar preferência exclusiva aos botões no topo, a desfolha dá uma chance a todos os botões. 

Lollipopping, Scrog e Mainline

Para realmente melhorar o tamanho e a qualidade dos seus rendimentos, considere combinar o Lollipopping com outras técnicas de treinamento.

O Mainline, por exemplo, é a chave para controlar a dominância apical natural das plantas de Cannabis. Envolve o uso de uma combinação de poda, como o topping por exemplo e o LST para criar plantas simétricas com um caule principal em forma de Y. 

Cada vez que você faz isso, multiplica o número de colas que sua planta desenvolve e ajuda a direcionar uniformemente seu fluxo de energia para todos os seus ramos.

Esta, em particular, é uma técnica que combina extremamente bem com o lolipopping. Quando combinadas, estas duas técnicas não só maximizam a luz no seu espaço de cultivo, mas também aumentam a energia das suas plantas para a produção de buds resinados e saborosos.

Além do mainline, o lollipopping também funciona muito bem com o ScrOG. Lembre-se de que o objetivo do ScrOG é desenvolver uma cobertura uniforme, conduzindo o crescimento através de uma tela de malha.

Ao combinar o ScrOG ao mainline e ao Lollipopping, você estará ajudando suas plantas a direcionar a energia de maneira uniforme e eficiente para esta copa.

Comece com o Lollipopping

O Lollipopping é uma técnica avançada que pode aumentar significativamente a qualidade e a quantidade de suas flores.

E assim como em qualquer atividade, a prática leva à perfeição, então permita-se experimentar.

Se você está se aproximando da época de floração, comece com cuidado, observe os resultados e ajuste sua técnica para se tornar um ninja do Lollipopping. 

Considere tentar diferentes graus de aplicação do Lollipopping e poda em diferentes plantas da mesma variedade e, em seguida, compare seus resultados durante a época da colheita para encontrar o ponto ideal.