Colombian Gold, também conhecida como “Santa Marta Colombian Gold” e “Santa Marta”, é uma clássica cepa de maconha sativa landrace que foi cultivada nas montanhas de Santa Marta, no norte da Colômbia desde os anos 60, é predominantemente sativa. A Colombian Gold uma cepa tão popular é que a genética deu origem à famosa Skunk #1. 

A popularidade da Colombian Gold no Brasil, especialmente no sudeste, é atribuída à sua qualidade superior em relação ao prensado, além de ser acessível em termos de preço e disponibilidade. Entretanto, devido a cruzamentos entre cepas ao longo do tempo, é difícil garantir que a Colombian Gold consumida hoje seja idêntica à original dos anos 60.

Terpenos da Colombian Gold

As flores possuem um forte cheiro característico de skunk e também contém notas cítricas de limão e lima. Após aceso, espere um gosto terreno misturado com um toque de ervas. A fumaça da strain pode ser bastante carregada, principalmente para fumantes inexperientes, porém o gosto cítrico misturado com notas terrenas e de ervas irão te fazer querer sempre mais um trago.

O aroma e o sabor estão muito relacionados com os terpenos. O principal encontrado na strain é o Mirceno. Além da maconha, esse composto está presente no capim-limão e no lúpulo, sendo assim, responsável pela fragrância e sabor da cerveja. 

O Mirceno é um terpeno comum, representando 20% do perfil de terpenos nas strains modernas. Além disso, ele tem grande probabilidade de predominar nas flores.

Efeitos Colombian Gold

Com aproximadamente 20% de THC e 1% de CBG, a Colombian Gold possui um aroma e sabor cítricos, lembrando limão, lima e ervas, devido ao limoneno e ao mirceno, seus principais terpenos. Seus efeitos incluem energia, criatividade e foco, sendo potencialmente útil para pensamentos fluidos e produtividade no trabalho.

Os efeitos colaterais típicos do uso excessivo de cannabis, como paranoia, olhos secos e boca seca, podem ocorrer, mas a ansiedade geralmente não é um sintoma associado.

A strain não tem fama de ser sedativa ou muito relaxante, sua principal característica é uma onda que te dá energia para ser usada de alguma maneira, seja fazendo exercícios, trabalhando, estudando ou quaisquer outras atividades que tenha em mente. 

Por esses efeitos da Colombian Gold, a genética não é recomendada para ser usada à noite, pois pode te deixar rolando na cama por horas e horas até seus pensamentos se acalmarem novamente.

Medicinal da Colombian Gold

Do ponto de vista medicinal, relatos sugerem que a Colombian Gold pode auxiliar no tratamento de depressão, ansiedade, estresse, dores e tensões musculares. No entanto, devido à falta de regulamentação da cannabis no Brasil, a qualidade e os efeitos da cepa podem variar, dependendo do processo de cultivo, secagem e armazenamento.

Cultivo da Colombian Gold

O cultivo da Colombian Gold é considerado moderado, sendo resistente e robusta, com rendimento alto. Prefere climas tropicais, com temperaturas em torno de 25ºC, adaptando-se bem tanto a cultivos indoor quanto outdoor. A floração ocorre em 9 a 12 semanas, e, apesar de ser uma genética antiga, é difícil encontrar sementes disponíveis.

Depois da legalização da maconha medicinal na Colômbia, em 2015, diversas variações se intitulando “Colombian Gold” surgiram no mercado legal e ilegal da América do Sul. Lembre-se que esta é uma strain rara que surgiu a mais de meio século atrás, na década de 60, por isso não acredite em qualquer um que te fale que tais flores são Colombian Gold.

Os buds da planta são de tamanho pequeno a médio e possuem um tom verde claro misturado aos tricomas de cor amarelo-alaranjada, fazendo com que pareçam quase dourados, daí o nome da espécie, que em português significa “Ouro colombiano”.